Introdução ao Pomodoro

  • Você já sentiu que tinha muita coisa acontecendo ao mesmo tempo e estava com dificuldade de dar atenção para tudo?
  • Já se sentiu cansado, parecendo que não tinha energia para focar na atividade que deveria estar fazendo?

Pois o pomodoro pode ajudar nisto, a técnica foi inventada por _Francesco Cirillo_ no final dos anos 80, e é baseada na idéia de que pausas frequentes podem aumentar a agilidade mental

——————————

Entre os objetivos da técnica, e parte da propaganda apresentada no site http://pomodorotechnique.com/get-started/  que vou traduzir livremente aqui, estão:

Trabalhe com o tempo, e não contra ele

Para muitas pessoas, o tempo é um inimigo. Nós corremos contra o relógio para terminar tarefas, atingir prazos. A Técnica Pomodoro te ensina como trabalhar com o tempo, em vez de viver brigando com ele. Uma técnica revolucionária mas também extremamente simples de se aprender, mas que pode mudar sua vida ao usa-la.

Eliminar o Burnout

É essencial para o Pomodoro a noção de que tirar pequenos intervalos agendados enquanto trabalha, elimina a sensação de se estar correndo contra o tempo. É impossível trabalhar demais se você se ativer ao sistema.

Gerenciar Distrações

Seja uma chamada telefônica, uma mensagem no Facebook ou simplesmente lembrar que tu precisa trocar o óleo do carro, muitas distrações e pensamentos aleatórios aparecem quando você esta trabalhando. A Técnica pomodoro vai te ajudar a anotar as distrações e ordena-las por prioridade, na maior parte das vezes elas podem esperar.

Criar um melhor balanço entre vida e trabalho

A maior parte de nós esta sempre convivendo com a culpa que vem da procrastinação. Se não tivemos um dia produtivo, é fácil acabar sentindo que não temos o direito de aproveitar o tempo livre. Se tornar mestre no Pomodoro inclui criar uma agenda efetiva, te permitindo aproveitar todo seu tempo livre.

A Mágica simples do tomate

O nome da técnica apareceu depois que o Francesco Cirillo começou a implementar a técnica utilizando um relógio de cozinha na forma de um tomate, que em italiano é Pomodoro.

O processo básico é simples:

  1. Escolha uma tarefa que você precisa realizar
  2. Configure um timer para 25 minutos
  3. Trabalhe exclusivamente nesta tarefa por todos os 25 minutos
  4. Quando o timer apitar, faça uma pequena pausa (5 minutos são o tempo indicado), neste pausa tome um café, caminhe um pouco, converse com o colega, olhe o facebook, ou seja, qualquer coisa não relacionada com trabalho.

Seu cerebro vai agradecer.

  1. A cada 4 pomodoros faça uma pausa maior (20 minutos é um bom tempo, ou 30) seu cerebro vai usar o tempo para assimilar novas informações e descansar para o próximo round.

O ideal é no inicio do dia, do período ou seja lá como você prefere chamar, que você faça uma lista das tarefas que pretende realizar naquele dia, uma tarefa pode precisar de mais de um pomodoro para ser concluída, isto não é problema. Mas é importante que você anote em algum lugar o que fez em cada pomodoro, o indicado na técnica é fazer isto quando começou a trabalhar no pomodoro, e ao final do pomodoro marcar que trabalhou um pomodoro naquela tarefa.

Manter esta lista de alguma forma tem diversas vantagens, uma é que você vai saber quanto tem para fazer no dia, mas o mais importante é que você vai ter uma indicação visível de quanto realizou no dia, e isto ajuda bastante a não terminar o dia com aquela sensação de que não fez nada de útil mesmo tendo trabalhado o dia todo (quem nunca passou por isto?).

Depois vou detalhar melhor o Pomodoro, o que fazer quando aparecem interrupções, como utiliza-lo junto com outras técnicas apresentadas no livro, mas este é o conceito básico.